Skip to main content

5 passos para transformar sua mente e emagrecer definitivamente!

Imagine a seguinte situação: É sábado … você acaba de entrar no supermercado com uma lista de alimentos saudáveis porque agora você está decidido(a) a emagrecer.

 

Passa pela seção de hortifruti, vai até o açougue mas, quando se dá conta, ao passar no caixa, você tem uma lata de refrigerante e um pacote de pipoca de microondas no carrinho e aquela sua vozinha interna se justifica: é final de semana e eu só vou começar a mudança alimentar na segunda, né?

 

E aí, sua decisão de mudar a alimentação escorreu pelo ralo….

 

Quantas vezes as pessoas resolvem transformar seu estilo de vida e entrar na academia ou andar no parque e começam cheias de determinação mas uma semana depois desistem e nem dão mais as caras por lá?

 

Por que mesmo que você saiba da importância de mudar hábitos, comportamentos ou vícios e veja claramente que essa mudança trará muitos benefícios como, por exemplo, o tão sonhado corpo magro ou sua saúde de volta, ainda assim você sente tanta dificuldade em mudar?

 

E a resposta é: todas as pessoas são assim porque o cérebro tem um truquezinho para economizar energia que é muito bacana mas também pode atrapalhar de vez em quando!

 

Eis o truque: o cérebro constrói caminhos neurais de acordo com seus comportamentos frequentes e suas experiências passadas.

 

Imagine que esses caminhos neurais são como softwares, ou programas de computador, que são programados para realizar uma determinada tarefa.

 

programas de computador

 

É como quando você aprende a dirigir. No começo você pensa em cada movimento para que o carro ande ou não desça de ré na subida. Com o tempo, dirigir passa para o automático. Você entra no carro, coloca o cinto e vai passear por aí sem precisar fazer nenhum esforço!

 

Pronto, está criado um novo caminho neural!

 

Imagine se por toda a sua vida, toda vez que precisasse dirigir, andar de bicicleta ou até mesmo realizar uma tarefa simples como andar, você precisasse parar e pensar? Ia ser tudo muuuuito demorado, não ia?

 

E a cada vez que você entra no carro e dirige, este programa está sendo rodado e esse caminho neural está sendo reforçado. É como quando um caçador abre uma trilha na mata e começa a usá-la com frequência, aquela trilha não se fecha mais, o matinho do chão morre e vira terra batida.

 

Mas e aí? Então as pessoas estão fadadas a se comportar de uma mesma forma para todo o sempre? Não!!! A neurociência já descobriu que é possível criar novos caminhos neurais, ou seja, novos programas!!! \o/

 

Se você quer parar de desistir dos seus objetivos, continue lendo este artigo!

 

Como transformar seus comportamentos e fazer novas e melhores escolhas.

Sim, você pode!

 

Como seria se você pudesse escolher os programas que estão sendo úteis para que você chegue onde quer e eliminar os programas que estão atrapalhando e mantendo você longe do seu objetivo? Não seria bom?

 

Como seria se você pudesse instalar um programa que o ajudasse a ter uma vida mais saudável, a ter aquele corpo que a deixa feliz e a vontade com você mesma e tudo aquilo que você quer, busca e deseja para sua vida? Não seria ótimo?

 

O problema é que esses softwares foram sendo instalados desde quando você estava na barriga da sua mãe, que lhe transmitiu suas crenças e convicções, e continuaram sendo instalados pelos seus avós, a escola e todas as experiências que você viveu até aqui.

 

Foram muitos … e alguns há tanto tempo, que você não os enxerga de forma clara, talvez você nem saiba quais são.

 

Então como escolher quais softwares você vai manter porque são úteis para seus objetivos e quais você vai jogar fora porque não fazem mais sentido para o seu novo estilo de vida?

 

Bom, para saber como, primeiro é preciso entender quais são os 5 passos para que o processo de transformação aconteça.

 

Os 5 passos, comprovados pela ciência, para se transformar na sua melhor versão.

Pare de sonhar e faça agora sua transformação

 

#Passo 1 – O Chamado

 

Quando é que realmente as pessoas tomam consciência de que precisam fazer uma mudança para, afinal, sair da situação atual em que se encontram?

 

Tem duas coisas que fazem com que você desperte para a necessidade de mudança:

 

A dor intensa.

a dor leva a transformação
Eu posso sorrir porque já conheci a tristeza.

 

Eu me lembro muito bem da dor que eu sentia cada vez que eu me olhava no espelho, cada vez que eu entrava em um provador de loja e via uma mulher que estava envelhecendo mal, acima do peso e com a autoestima em queda livre.

 

Vou explicar: não era uma questão de não aceitar bem o processo natural de envelhecimento, a questão para mim era que eu queria envelhecer com dignidade, saúde e bonitona também, porque não?

 

Outras pessoas passam por situações mais dramáticas. Ficam doentes por causa dos maus hábitos alimentares e um estilo de vida sedentário. Isso também aconteceu comigo mas essa história eu já contei lá na página Quem Sou Eu do blog!

 

Outras ainda, sofrem pelo excesso de peso desde crianças! Tem vergonha de ir à praia, ouvem todo tipo de piada dos colegas de escola, sentem vergonha até de ir à academia ou praticar um esporte porque acham que lá só tem gente magra e que serão julgadas!  

 

Mas existe uma outra forma, bem menos dolorosa, de perceber a necessidade de mudança e se transformar!

 

A inspiração

Inspiração

 

Sabe quando você abre seu Instagram e vê todas aquelas pessoas que fazem academia certinho, se alimentam de maneira correta e são verdadeiros exemplos de onde você gostaria de chegar? Aquelas pessoas vão inspirando você a fazer mudanças para também ter aquele estilo de vida saudável!

 

Ou então, você pode se inspirar quando assiste a uma palestra, lê um post da coach =) ou tem uma amiga que admira e tem uma história realmente inspiradora!

 

Sim, a inspiração pode fazer com que você desperte para a necessidade de mudança!

 

Talvez você ainda não saiba o que fará ou não acredite que na sua capacidade de mudar mas já se dispõe a entrar em movimento, a ouvir a voz do chamado!

 

#Passo 2 – A urgência da mudança

Transformação já

 

Você conhece (talvez intimamente rsrsrs) aquelas pessoas que vivem dizendo que segunda vão começar a dieta, semana que vem vão entrar na academia ou mês que vem vão a nutricionista?

 

Para essas pessoas a mudança não é urgente! Essas pessoas não vão nem experimentar realizar qualquer ação em direção à mudança, não vão tomar nenhuma atitude!

 

A mudança se torna urgente quando você experimenta a inspiração ou a dor intensa e então, já começa a pensar em encarar o desafio e fazer pequenas mudanças em direção ao seu objetivo.

 

É uma fase em que você se dá o direito de experimentar, você dá um voto de confiança e fica ligada nos primeiros sinais de recompensa pelos seus esforços.

 

A mudança ainda é dolorosa, ainda exige esforço e dedicação mas na verdade, o que as pessoas querem não é a mudança, as pessoas querem o que a mudança vai proporcionar: um corpo magro, mais saúde ou mais autoestima. 

 

# Passo 3: O foco nos resultados

Foco na Transformação
Mantenha o foco e jamais desista!

 

Nesta fase, você continua no período de experiência, do voto de confiança mas já percebe os resultados do seu esforço e conforme vão aparecendo e aumentando, esses resultados passam a ser a sua maior fonte de inspiração.

 

Vamos supor que você decida se manter certinho na dieta por um mês e nesse mês você emagreça 3 quilos. Ah, você já percebe suas roupas mais larguinhas e seus familiares e amigos começam a comentar como você emagreceu! Como soa bem, não é?

 

Então, você decide dar mais um voto de confiança e esticar esse desafio por mais um mês. Você começa a canalizar sua atenção, a focar no seu objetivo e tomar ainda mais ações para chegar onde você quer.

 

É agora que seu velho eu, seus velhos hábitos e suas emoções começam a espernear, gritando para que você volte ao que era antes. Seu antigo programa quer rodar no automático e você pode cair em tentação em alguns momentos.

 

Por isso, não se culpe! É assim que é!

 

Porém, o que você conquistou até aqui vai te dar o incentivo necessário para levantar, sacudir a poeira e se manter firme.

 

# Passo 4 – O comprometimento

comprometimento
Não importa a velocidade, contanto que você não pare!

 

No primeiro ou segundo mês, você avança e às vezes retrocede … Você fica firme na dieta por um mês mas numa festa acaba tomando umas doses de caipirinha a mais, é normal.

 

Porém no dia seguinte, você curou a ressaca com bastante água e voltou à trilha! Parabéns! Essa atitude a fortaleceu!

 

Toda vez que desliza, levanta e volta para a trilha, você se fortalece imensamente.

 

Agora, sua mudança já está virando um estilo de vida.

 

Em alguns momentos você ainda poderá se sentir tentada a rodar o velho programa mas está suficientemente confiante e nem se imagina querendo voltar atrás. Seu novo programa já foi instalado, o novo caminho neural já foi criado!

 

# Passo 5. A transformação

Você acaba de se transformar

 

Você já seguiu pela nova trilha por tempo suficiente!

 

Agora você já não faz mais tanto sacrifício para manter seu novo estilo de vida. Você já aprendeu a gostar da sua nova alimentação.

 

Você já sente a endorfina, um dos hormônios do bem estar que é liberado pela prática de exercícios, dando aquele ânimo para trabalhar, estudar e aproveitar a vida.

 

Quando vai a uma festa você se prepara antes para manter a moderação na mesa de doces.

 

A própria vontade louca de doce que você tinha antes, já não existe mais!

 

Sua autoestima e autoconfiança estão renovadas e você acredita na sua capacidade, já consegue resistir a tentações muito grandes!

 

Nessa fase, você valoriza tudo o que conquistou, valoriza seu próprio esforço e seus novos hábitos agora trazem prazer e são feitos com satisfação!

 

A transformação ocorreu!

 

Conclusão

 

Viu? Esse é o caminho! Seguindo esses passos você pode mudar qualquer hábito, qualquer comportamento ou qualquer vício!

 

Quanto ao programa antigo … bem, você deixou de usá-lo pelo tempo necessário para que o mato começasse a fechar a trilha!

 

Quando emagrecemos e voltamos a engordar, é provável que uma dessas fases não tenham sido vivenciadas completamente ou porque você ignorou um dos 3 passos essenciais para o emagrecimento definitivo.

 

Vamos à prática então? Vou propor um desafio!

 

Escolha um hábito ou comportamento que você quer mudar para conquistar sua melhor forma física ou uma saúde e disposição de dar inveja e se comprometa a percorrer os cinco passos para a sua transformação.

 

E se você precisar de apoio para que o seu caminho até o corpo magro seja mais curto e menos desgastante, clique aqui e saiba como o coaching de emagrecimento pode ajudar.

 

Um beijo no seu coração e até o próximo post!

 

Ilustrações by Freepik

Hat tip Caroline Calaça

  • Carolina Sarmento de Assis

    Escolho não “beliscar”, não ficar comendo fora do horário, mesmo que comida de verdade. Quero parar de ficar comprando coisas na rua e comendo quase sem pensar!

    • Boa, Carolina! Diminuir o consumo de carboidratos é uma das principais chaves para diminuir a fome e a vontade de comer a toda hora. E quando der vontade, procure consumir uma proteína ou gordura boa como um abacate, assim em pouco tempo vc verá a mudança! Beijos!

  • Mónica Pinto

    Ola boa tarde. E entao como explicar que eu segui meu plano alimentar direitinho sem vontade (quase) nenhuma de comer porcaria durante um ano ou mais e de um momento para o outro voltei a comer compulsivamente? Eu fico me perguntando por que é que eu agora não consigo seguir meu plano como antes. O que mudou?

    • Olá, Monica. Tudo bem, amada? Infelizmente, não é possível responder a sua pergunta sem me aprofundar na sua história. É possível que algum dos passos para a mudança de hábitos não tenha sido vivenciado plenamente, alguma crença não foi dissolvida, a sua rotina pode ter sofrido alguma mudança drástica, algum processo de autossabotagem pode ter se iniciado … no processo de coaching fazemos toda essa investigação para que a mudança ocorra de forma definitiva ;^)