Skip to main content
7 estratégias para eliminar carboidratos

7 estratégias pouco conhecidas para controlar a vontade de doces e carboidratos e emagrecer naturalmente.

Quem não quer engordar, perder sua saúde bem antes dos 90 ou ter uma aparência mais velha do que a própria idade, precisa se manter longe do açúcar e diminuir consideravelmente o consumo de carboidratos, principalmente os simples.

 

No entanto, a maioria das pessoas tem bastante dificuldade para diminuir o consumo destes alimentos e declaram abertamente seu amor por doces e massas.

 

Existem alguns motivos pelos quais as pessoas enfrentam tamanha dificuldade em abrir mão dos docinhos, dos pães e da macarronada do domingo.

 

Desde pequenas as crianças são condicionadas a ver o açúcar como um prêmio. Na melhor das intenções, a mãe chega em casa do trabalho trazendo um docinho para agradar ao filho e a avó enche os armários de guloseimas para os netos afinal, ela é a avó, né? Mas será que não seria mais legal assistir a um desenho juntinho delas ou leva-las para gastar energia em um parque?

 

Assim, é criado um vínculo muito forte entre doces e outras guloseimas e os sentimentos de bem-estar e conforto.

 

Quando chegam à idade adulta, buscam o açúcar como uma forma de aliviar o estresse. Quando uma pessoa sai cansada do trabalho, logo pensa em tomar uma cervejinha para relaxar. Se alguém briga com a vizinha, corre afogar as mágoas comendo um bombom! E por aí vai…

 

Açucar e trigo: as drogas lícitas

 

Mas, além da questão que citei acima, algumas pessoas podem estar literalmente viciadas nessas drogas lícitas que são o açúcar e o trigo (que vira açúcar em nosso organismo).

 

Os cientistas da U.S. National Institute on Drug Abuse foram um dos primeiros a mostrar, através de escaneamento cerebral, que as alterações causadas pelo açúcar no cérebro são similares às alterações causadas por drogas como cocaína e álcool. Ou seja, é tão viciante como qualquer outra droga e, para alguns, pode não ser só uma questão de força de vontade deixar de consumi-lo.

 

Felizmente, existem alguns cuidados que estão ao alcance de qualquer mortal e que vão ajudar-lo(a) a seguir uma dieta sem carboidrato simples e a viver a vida de uma forma mais leve em todos os sentidos!

 

Então, continue lendo este artigo para conhecer as 7 dicas matadoras para dominar a vontade de comer doces e carboidratos:

 

  • Por que dormir bem é essencial para acabar com a vontade de carboidratos e o que fazer para ter noites de sono de mais qualidade.
  • O que, afinal, o estresse tem a ver com a dificuldade em largar a barra de chocolate e como lidar melhor com ele.
  • Como comer frutas com os acompanhamentos certos pode ajudar a acabar com a vontade de doce na dieta e o que fazer em caso de emergência.
  • Como manter um diário durante 30 dias pode ajudar você a descobrir coisas sobre você mesmo e sua alimentação que você nunca percebeu.
  • O básico que ninguém faz. A limpeza necessária na dispensa e na gaveta do escritório.
  • Como fazer pequenas mudanças na rotina podem facilitar a eliminação de um hábito ruim.
  • O que as atividades físicas podem fazer por você além de deixar seu corpo mais bonito.

 

Por que dormir bem é essencial para acabar com a vontade de carboidratos e o que fazer para ter noites de sono de mais qualidade.

Dormir para perder vontade de carboidratos

 

Dormir bem e dormir cedo é essencial para a produção de serotonina. Este neurotransmissor é responsável pela sensação de bem-estar, bom-humor, otimismo e motivação.

 

E sabe o que acontece quando os níveis de serotonina caem? Imediatamente sentimos vontade de doces e carboidratos que elevam a serotonina.. Mas logo após consumirmos doces ou carboidratos, os níveis de serotonina voltam a ficar baixos e queremos carboidratos novamente!

 

E o que pode ser feito para melhorar a qualidade do sono?

 

  1. Desligue as luzes mais cedo e isso inclui a TV, o celular e o computador ou instale o F.lux! A luz azul emitida por esses aparelhos interrompe a produção de melatonina, o hormônio que regula o sono.
  2. Durante o dia, aumente o consumo de carnes, peixes, ovos, queijos, nozes, abacate e sementes como a chia, por exemplo. Esses alimentos são ricos em triptofano, que é precursor da serotonina, indispensável para a produção de melatonina, a responsável por regular o sono. Também não hesite em aumentar o consumo de gorduras boas tão essenciais aos processos hormonais.
  3. De acordo com Chris Kresser,  para garantir um sono restaurador, consuma carboidratos de boa qualidade a noite, especialmente os de índice glicêmico maior como o mel. Os carboidratos aumentam a disponibilidade do triptofano para a glândula pineal onde ocorre a síntese da melatonina melhorando o sono.
  4. Aumente o consumo de magnésio que tem efeito calmante sobre o sistema nervoso e ajuda a controlar o estresse. O magnésio é um mineral essencial para centenas de reações químicas em nosso organismo. É antioxidante, anti-inflamatório, auxilia a defesa do organismo, ajuda a prevenir o diabetes, dores de cabeça e mantêm os neurônios conectados.

 

 

O que afinal, o estresse tem a ver com a dificuldade em largar a barra de chocolate e como lidar melhor com ele.

Estresse controlado elimina vontade de carboidratos

 

Quem já passou por um período de estresse maior sabe muito bem como, nessas fases, a vontade de doces e carboidratos aumenta. Através de pesquisa, os cientistas encontraram a relação entre o aumento do cortisol, hormônio ligado ao estresse, e o aumento não só da ingestão de alimentos doces mas também da quantidade consumida.

 

Nem sempre podemos evitar o que nos causa estresse portanto, é importante aprender a lidar com ele:

 

  • Fuja, sempre que possível, de situações sabidamente estressantes como ir ao cinema no dia de estréia de um filme super esperado por adolescentes :^).
  • Faça uma coisa de cada vez. Quando estiver comendo, coma. Quando estiver dirigindo, dirija. O budismo nos ensina uma coisa muito interessante e que aprendi a dar importância na base da porrada: esteja presente no aqui e agora. Do passado só podemos tirar lições e o futuro criamos no presente.
  • Aceite os seus limites e vá com calma, não se comprometa com dezenas de coisas ao mesmo tempo. Planeje seu dia com antecedência e aprenda a priorizar as tarefas. Selecione apenas as 3 mais importantes e cumpra!
  • Respire! Como assim, respire? Sim, a respiração é uma das ferramentas mais poderosas para o controle do estresse e da mente.

 

Como comer frutas com os acompanhamentos certos pode ajudar a acabar com a vontade de doce na dieta e o que fazer em caso de emergência.

Frutas no lugar de carboidratos

 

Tenha sempre frutas frescas à mão e habitue-se a come-las antes do doce.

 

Frutas são uma delícia mas você acredita que dá para melhorar ainda mais? Para deixá-las com cara de sobremesa, acrescente chantilly ou creme de leite sem açúcar.

 

Por cima do chantilly salpique algumas nuts, bits de cacau, chia, cardamomo, canela, gotas de baunilha natural ou noz moscada, a seu critério. Fica bonito e delicioso!

 

Adicionar uma gordura boa à fruta ajuda a baixar o índice glicêmico tornando-a ainda mais saudável e os “temperos” adoçam o creme de leite ou chantilly.

 

Está longe de uma fruta e a vontade de doce bateu? Peça um café ou chá sem açúcar e use os mesmos temperos que mencionei acima. Funciona mesmo!

 

Como manter um diário durante 30 dias pode ajudar você a descobrir coisas sobre você mesmo e sua alimentação que você nunca percebeu.

Diário alimentar

 

Você nem imagina como manter um diário alimentar ajuda a perceber coisas que, sem ele, você jamais saberia sobre você mesmo(a)!

 

Essa é uma ferramenta essencial e com apenas um mês fazendo anotações muito simples, você vai descobrir quais os alimentos que consome com mais frequência, quais podem desencadear a vontade de doces, os que afetam seu humor, sua fome ou seu intestino.

 

Então, que tal começar já? Baixe aqui seu diário para 30 dias, é grátis!

 

O básico que ninguém faz. A limpeza necessária na dispensa e na gaveta do escritório.

elimine carboidratos

 

Quando alguém pretende parar de comer doces e guloseimas parece uma boa idéia não tê-los por perto! Mas por incrível que pareça, as pessoas continuam comprando e guardando na dispensa ou na gaveta todo tipo de alimentos pouco saudáveis e esperam ter força de vontade suficiente para não ceder a tentação!

 

Não há desculpas! As pessoas compram as guloseimas “para as crianças” e tem em casa o que elas mesmas não devem comer regularmente, porque suas crianças poderiam? Mesmo as crianças devem esperar para saborear uma guloseima esporadicamente.

 

Você sabia que a quantidade diária total de açúcar que uma criança deve consumir, dependendo da idade e do nível de atividade física, é igual ou menor a quantidade de açúcar que uma mulher adulta pode consumir, cerca de 3 a 6 colheres de chá. Em outras palavras, se a criança ingerir uma quantidade maior do que esta, também terá sua saúde prejudicada de alguma forma.

 

Portanto, não leve para casa ou para o escritório nenhum alimento que você sabe que não vai resistir e mais, doe para a vizinha o que já está na dispensa.

 

Simples e efetivo!

 

 

Como fazer pequenas mudanças na rotina podem facilitar a eliminação de um hábito ruim.

Ajustes na rotina

 

Por um período, até que você se sinta no controle das suas vontades, evite ir a lugares como padarias ou docerias.

 

Sabe aquele doce gostoso que tem no restaurante que você almoça todos os dias e que você não resiste? Mude de restaurante por um tempo.

 

Você costuma visitar sua tia que sempre tem um bolo com café para oferecer? Pára de ir na casa da tia e convide-a para ir à sua ou a algum lugar seguro hehehehe!

 

Pequenas mudanças na rotina são super eficientes para livrar-se de hábitos ruins.

 

O que as atividades físicas podem fazer por você além de deixar seu corpo mais bonito.

Exercite-se

 

Praticar exercícios estimula naturalmente a produção de hormônios que melhoram o humor como serotonina e dopamina.

 

Muita gente não consegue manter a prática de exercícios porque não se dão a chance de experimentar e sair dos populares musculação/corrida/natação.

 

Escolher alguma atividade que lhe dê prazer é essencial para a manutenção e a criação do hábito. Existem dezenas de possibilidades, nem só de academia vive o “cerumano”!

 

Conclusão

 

Se mesmo colocando em prática todas essas dicas der vontade de desistir e pular em cima do primeiro sorvete que vir na frente, conheça os 5 Passos para transformar sua mente e emagrecer definitivamente e entenda como você é capaz de mudar o que você quiser na sua vida!

 

Ah! E quando estiver decidido(a) a comer um doce, procure alternativas saudáveis. Sim, elas existem e são tão gostosas quanto! Aqui você poderá encontrar receitas incríveis de sobremesas Low Carb que, sério, não vão fazer você engordar nenhum graminha!  Lá você vai encontrar doces saudáveis, fáceis e rápidos de fazer (meus preferidos) e que eu faço nos dias em que vou receber a família e os amigos ou quando preciso de um confortinho gostoso de um doce.

 

E para você, o que é mais difícil, deixar de comer doces ou outros carboidratos? Tem alguma dica que eu não abordei aqui? Comente! Eu vou adorar saber!

 

Um beijo no seu coração e até o próximo post.

 

Valeria Neill